Após caos na zona sul de SP, trânsito já é melhor em SP

Interdições na região em que obra do Fura-Fila cedeu prejudicaram o trânsito em toda a cidade

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

01 de abril de 2008 | 10h54

O trânsito já dava sinais de normalização por volta das 10h45 desta terça-feira, 1, depois de momentos de caos com a queda de uma parte da obra do Expresso Tiradentes (Fura-Fila), na região da Vila Prudente, na zona sudeste de São Paulo. O índice de congestionamento medido às 11 horas, pela Companhia de Engenharia de Trânsito (CET), era de 51 quilômetros de morosidade, dos 820 que são monitorados pela empresa.     Parte da estrutura do piso por onde circularão os ônibus do Fura-Fila cedeu no final da noite de segunda-feira, 31, sobre o Viaduto Grande São Paulo. Ninguém ficou ferido e nenhum veículo foi atingido, no entanto, a Prefeitura precisou fazer interdições no local. Segundo a CET, os piores trechos de congestionamento eram na Marginal Pinheiros, sentido Jaguaré/Santo Amaro, pista expressa, desde a Ponte Jaguaré até a Ponte Cidade Jardim, com 6,5 quilômetros.   O trãnsito também está complicado na Avenida Salim Farah Maluf, sentido Vila Prudente, via expressa, desde a Rua Padre Adelino até a Avenida Luís Inácio de Anhaia Melo, num total de 4,6 quilômetros. O Corredor Norte-Sul também apresentava 2,6 quilômetros de morosidade, no sentido Aeroporto de Congonhas/Santana, entre o Viaduto João Julião da Costa Aguiar e a Rua Borges Lagoa.   Segundo a CET, há faixas de congestionamento na Marginal do Pinheiros, onde desde 9h43, a faixa zebrada e o passeio da Marginal, sentido Santo Amaro/Jaguaré, na altura da Ponte do Morumbi, foram ocupados por um protesto de moradores de uma favela das imediações. Ainda não se sabe quais são as reivindicações dos manifestantes.   Principais trechos de congestionamento   - Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, na pista expressa entre as pontes Cidade Jardim até Jaguaré, com 6.570 metros - avenida Salim Farah Maluf, sentido Vila Prudente, pista expressa entre a avenida Luiz Ignacio Anhaia Mello até rua Adelino, com 4.640 metros - corredor Norte-Sul, sentido Santana, entre os viadutos Borges Lagoa até João Julião da Costa Aguiar, com 2.668 metros - avenida Washington Luís, sentido Centro, do viaduto João Julião da Costa Aguiar até viaduto Luís E. Magalhães, com 2.470 metros   (Colaborou Solange Spigliatti, do estadao.com.br)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.