MÁRIO ÂNGELO/SIGMAPRESS
MÁRIO ÂNGELO/SIGMAPRESS

Após acidente, Defesa Civil interdita Viaduto Santo Amaro por tempo indeterminado

Caminhões bateram na avenida dos Bandeirantes, embaixo do viaduto. Um deles explodiu e comprometeu a estrutura.

Alexandre Hisayasu, O Estado de S. Paulo

13 Fevereiro 2016 | 16h50

SÃO PAULO - A Defesa Civil decidiu interditar o Viaduto Santo Amaro, na zona sul, por tempo indeterminado depois que dois caminhões se envolveram em um acidente na avenida dos Bandeirantes, na manhã deste sábado. Com o choque, que ocorreu embaixo do viaduto no sentido da Rodovia dos Imigrantes,  houve uma explosão que comprometeu toda a estrutura. Os motoristas tiveram ferimentos leves.

O acidente ocorreu às 6h20. O motorista de um dos caminhões, que carregava açúcar, estava na avenida dos Bandeirantes e não parou quando o semáforo fechou no acesso à avenida Santo Amaro. Ele alegou que foi fechado por um carro de passeio. E o motorista do caminhão tanque saiu logo que o sinal abriu e não percebeu que o outro caminhão não iria parar.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Milton Roberto Persoli, a idéia é montar duas estruturas, uma em cada sentido da avenida dos Bandeirantes, para poder liberar a via. "A intenção é liberar a avenida dos Bandeirante até a madrugada de segunda-feira. Mas isso só será feito se tivermos garantia de total segurança para quem usa a via". Persoli disse que a estrutura do Viaduto Santo Amaro "ficou bastante comprometida, por isso, não há prazo para liberar".

O caminhão de combustível foi retirado no começo da tarde. A previsão é retirar o outro caminhão até o início da noite de hoje. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que os motoristas evitem a avenida dos Bandeirantes e a região, e busquem caminhos alternativos.

Mais conteúdo sobre:
viaduto santo amaro são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.