Após 68 dias, turista americana queimada em explosão de bueiro no Rio recebe alta

ACIDENTE

, O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2010 | 00h00

Após passar 68 dias internada, com 80% do corpo queimado, a turista americana Sarah Nicole Lawry, de 29 anos, recebeu alta anteontem no Rio. Em 29 de junho, ela e o marido, David McLaughlin, haviam acabado de chegar para passar férias na cidade, quando foram feridos na explosão de um bueiro da Light em Copacabana, zona sul. O casal voltou aos Estados Unidos no próprio domingo. Eles ficaram internados na Clínica São Vicente. O americano teve alta em 26 de julho. Segundo a clínica, Sarah não terá sequelas graves porque a maioria das queimaduras foi de primeiro e segundo graus. Laudo da Polícia Civil apontou que um curto-circuito em um transformador subterrâneo da Light causou a explosão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.