Após 4 horas, concessionária retira viga e libera Anhangüera

Dois sentidos da rodovia haviam sido bloqueados após a queda de uma estrutura de 140 toneladas

Milton F.da Rocha Filho, da Agência Estado, e Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

15 de janeiro de 2008 | 07h53

As pistas dos dois sentidos da Rodovia Anhangüera, que estavam interditadas desde as 4 horas desta terça-feira, 15, foram liberadas às 7h30, segundo informações da concessionária AutoBan. A rodovia foi interditada após a queda de uma viga de 140 toneladas e 60 metros de comprimento. O acidente aconteceu na altura do km 13, ainda trecho da capital, e complicou o trânsito na Marginal do Tietê e na saída da rodovia. A viga se rompeu no momento em que era instalada como parte da estrutura de uma passarela. Ninguém ficou ferido, mas os pedaços da viga ocuparam as pistas da rodovia. De acordo com a AutoBan, por volta das 7h45 havia lentidão apenas por aproximação, devido á curiosidade dos motoristas. Antes, o trânsito da Anhangüera tinha sido liberado somente no sentido do interior e, no sentido da capital, o desvio era feito pelos bairros próximos.  Mesmo após a retirada, o motorista tinha como alternativa usar a Rodovia dos Bandeirantes, a partir do entroncamento das duas rodovias, na altura do km 50. Outra opção para o motorista era acessar a Bandeirantes no km 22, pelo Rodoanel Mario Covas, ou no km 18, na Vila Jaraguá. Para os motoristas que seguiam no sentido interior, a única opção era acessar a Rodovia dos Bandeirantes pela Marginal do Tietê.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.