Após 3 anos, só 7 prédios reformados

Em fevereiro de 2010, a Prefeitura de São Paulo lançou um programa para reformar 53 prédios abandonados na cidade, o que tornaria viável a criação de 2,5 mil unidades habitacionais - parte para famílias de baixa renda.

O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2012 | 02h01

Além de ajudar a resolver o déficit habitacional, o plano serviria para incentivar a recuperação do centro. Passados quase três anos, nenhum edifício ficou pronto - 46 deles nem sequer começaram a ser adaptados para virar unidades habitacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.