Após 23 anos, monumento volta à represa

Em casa. Escultura, de 1929, estava nos Jardins

, O Estado de S.Paulo

20 Dezembro 2010 | 00h00

O Parque da Barragem agora abriga o monumento Heróis da Travessia do Atlântico, reinaugurado ontem, de volta ao seu lugar de origem. Instalado na região da Represa do Guarapiranga em 1929, o monumento foi transferido em 1987 para os Jardins, por ordem do então prefeito Jânio Quadros.

A obra homenageia os aviadores italianos Francesco Di Pinedo e Carlo Del Prete, pioneiros na travessia do Atlântico Sul, e o brasileiro João Ribeiro de Barros, que fez a travessia em 1927 a bordo do hidroavião Jahú.

A volta da escultura, que passou por restauro de R$ 400 mil - era reivindicação dos moradores da região desde a década de 1990.

"Estou feliz. Meus avós vieram da Itália, por isso era uma honra ter essa estátua em nossa homenagem", disse a aposentada Hely Branco, de 70 anos, moradora do bairro. O engenheiro Gianfranco Zorlini, de 50, não mora perto da Guarapiranga, mas é neto do escultor ítalo-brasileiro Ottone Zorlini, responsável pelo monumento. "Acho ótima a volta da escultura, pois aqui ela tem uma relação que não tinha com o local onde estava."

Para o prefeito Gilberto Kassab (DEM), a volta da obra para a represa é "sinal de respeito com a história de São Paulo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.