Apolinário quis dia do hétero

O projeto que criava o "Dia Municipal do Orgulho Heterossexual", também de autoria do vereador Carlos Apolinário (DEM), chegou a ser aprovado pelos vereadores, mas acabou vetado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), em 31 de agosto do ano passado. A proposta foi duramente criticada por diversos setores.

O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2012 | 03h02

A data, que seria comemorada no mês de dezembro, foi considerada ilegal por Kassab. O prefeito ainda afirmou que a ideia tinha conteúdo discriminatório e não combinava com as ações direcionadas à paz social.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.