Aplicativo brasileiro que visa a melhorias urbanas vai à final de concurso mundial

Colab se propõe a levar reclamações de cidadãos a órgãos públicos; vencedor será anunciado em SP

Breno Pires, O Estado de S. Paulo

27 Maio 2013 | 16h50

SÃO PAULO - O aplicativo Colab, desenvolvido no Recife, foi selecionado entre os três finalistas do concurso internacional AppMyCity!, que premiará novos aplicativos que ajudem a promover melhorias urbanas em todo o mundo. O vencedor será anunciado no evento New Cities Summit, que será realizado em São Paulo entre os dias 4 e 6 de junho.

A ferramenta brasileira, que havia ficado em quarto lugar na semifinal do AppMyCity!, ganhou a vaga do app Walkability, da Índia, que foi desclassificado. Agora, junta-se aos aplicativos BuzzJourney, de Israel, e PublicStuff, dos Estados Unidos. Cada um dos três será apresentado no New Cities Summit. O vencedor será premiado com US$ 5 mil, para aprimorar seu desenvolvimento.

O New Cities Summit terá a participação de líderes mundiais. O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, a prefeita de Santiago do Chile, Carolina Toha, e o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas A. Shannon, são esperados, segundo os organizadores.

O Colab, que se propõe a levar reclamações de cidadãos a órgãos públicos, está disponível em diversas cidades do País e estreou em São Paulo em abril. Com o objetivo de ser uma rede social, o aplicativo pode ser acessado por smartphones com sistema Android e por iPhones. Há três categorias de publicação: fiscalizar, propor e avaliar - com relatos, fotos e vídeos sobre questões urbanas como lixo, trânsito, iluminação, segurança, abrindo espaço também para sugestões para a cidade e avaliações de serviços.

 O Colab tem cerca de 10 mil usuários e já fez mais de 1.500 publicações. Algumas delas já foram resolvidas pelo poder público, segundo o fundador Gustavo Maia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.