Divulgação
Divulgação

Aplicativo 99 começa cadastro de motoristas do 'tipo Uber'

Empresa é a quarta a operar na cidade o sistema de transporte individual privado liberado pela Prefeitura e continua serviço de táxis tradicionais

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

01 Agosto 2016 | 12h32

SÃO PAULO - A 99 é a quarta empresa a operar na cidade de São Paulo o sistema de transporte individual privado liberado pela Prefeitura, depois de Cabify, EasyGo e Uber. A empresa anunciou a seus taxistas nesta segunda-feira, 1º, que fará cadastramento de carros "de placa cinza" para corridas feitas por meio do aplicativo. O serviço se chamará 99 Pop.

Segundo Pedro Somma, porta-voz da companhia, o cadastro será restrito a 1 mil vagas, no início. "Vamos acompanhar essa operação inicial para garantir um crescimento sustentável", disse. Como a companhia estima receber mais do que 1 mil inscritos, promete fazer uma seleção inicial que inclui entrevista dos motoristas feita diretamente pelos diretores da empresa.

O valor da tarifa ainda não está definido, embora o anuncio é de que seja mais barato do que o táxi comum. Assim como faz a concorrente Easy, a 99 vai oferecer corridas "tipo Uber" no mesmo aplicativo do táxi. Se o passageiro quiser chegar mais rápido, podendo usar as faixas exclusivas de ônibus, pede uma corrida de táxi. Se a prioridade é pagar menos, usa o 99 Pop. 

As viagens poderão ser pagas com cartão de crédito e dinheiro. 

Somma afirmou que a empresa "está participando" de discussões sobre a regulamentação de aplicativos em outras cidades, fora de São Paulo, em que o serviço poderia ser lançado. Citou Porto Alegre, Brasília e Goiânia, ressaltando que a entrada nesses mercados está condicionada à regulamentação dos serviços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.