Aparelhos também poderão fiscalizar inspeção veicular

Os equipamentos fixos terão capacidade ainda de checar informações por meio da leitura da placa dos veículos: inspeção veicular, pendência de tributos, multas ou queixa de roubo, por exemplo. Em relação à inspeção, desde 6 de dezembro de 2010 radares fixos espalhados pela cidade já multam carros em situação irregular.

O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2012 | 03h03

Mas desde o ano passado o Ministério Público Estadual (MPE) contesta a legalidade e quer derrubar a multa de R$ 550 aplicada pela Prefeitura de São Paulo aos motoristas que não fazem a inspeção veicular. Para o MPE, da forma como é feita a fiscalização, os motoristas pagam mais do que deveriam, mas os carros não ficam apreendidos e continuam a poluir a cidade. O MPE defende que exista a multa, mas que seja a definida pelo Código Brasileiro de Trânsito: 5 pontos na carteira e carro apreendido para regularização. / T.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.