Aparecida deve receber 137 mil na festa da padroeira

Celebrações começaram às 5h30; procissão solene e show com o padre Fábio de Melo acontecem às 16h

Rita Cirne, estadao.com.br

12 de outubro de 2009 | 09h02

Foto: Sérgio Naves/AE

 

SÃO PAULO - Nesse feriado de 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, a cidade de Aparecida, a 180 km de São Paulo, espera a visita de 137 mil pessoas. Das quatro missas que serão realizadas ao longo do dia, a mais esperada era a das 10 horas, presidida pelo cardeal Dom Geraldo Magella Agnelo, arcebispo de São Salvador, da Bahia, e que contou com a participação especial da cantora lírica Sylvia Clein, do governador José Serra, do presidente da Fiesp, Paulo Skaf e do ator Eriberto Leão, que participou da novela Paraíso.  

 

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos da comemoração

 

Foto: Sérgio Naves/AE

 

Segundo a assessoria do Santuário, as celebrações tiveram início com as missas das 5h30 e das 8h. No início da tarde, será realizada a última missa, às 13 horas e deve durar umas duas horas. Cada missa deve ser assistida por 43 mil pessoas, que é a lotação da igreja.

 

Foto: Sérgio Naves/AE

 

Às 16h, ocorre uma procissão solene, que irá percorrer o santuário desde a basílica até a Tribuna Sul. Após a procissão, haverá um show com o padre Fábio de Melo.

 

Foto: Sérgio Naves/AE

 

Para garantir a segurança dos visitantes, a Polícia Militar conta pela primeira vez com 32 câmeras de videomonitoramento espalhadas pela cidade para acompanhar a movimentação dos fiéis. Dentro do santuário, outros 48 equipamentos fixos e 8 móveis, fazem o monitoramento durante 24 horas em todo o santuário, por 180 seguranças.

 

Atualizada às 12h56

Tudo o que sabemos sobre:
Aparecida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.