Ao menos 17 mil presos devem sair temporariamente na Páscoa em SP

Alguns dos presos serão monitorados por tornozeleira eletrônica, como ocorreu no Natal

Solange Spigliatti, Central de Notícias

20 de abril de 2011 | 16h50

SÃO PAULO - Ao menos 17 mil detentos do sistema penitenciário do Estado de São Paulo devem receber o direito à saída temporária neste feriado de Páscoa, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

 

O número de presos, que ainda não está fechado, deve variar entre 19 mil e 17 mil, com base no número de detentos que obtiveram o benefício na mesma época nos últimos dois anos, respectivamente.

 

Parte desses presos, segundo a SAP, será monitorada por tornozeleira eletrônica, como ocorreu na saída temporária de Natal.

 

No ano passado, segundo relatório da SAP, 17.240 detentos receberam o benefício e deste total 1.296 não retornaram ao presídio. Em 2009, 19.962 presos saíram e 993 não voltaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.