Anvisa proíbe lote de remédio de rinite

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta terça-feira, 10, a suspensão da distribuição, venda e uso, em todo o País, de todos os lotes fabricados desde 2010 do medicamento Loratadina D (na forma de comprimidos revestidos). Segundo a Agência Brasil, o motivo é a alteração na fórmula sem a autorização prévia da agência.

O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2013 | 02h02

O remédio é um anti-histamínico indicado para aliviar os sintomas da rinite alérgica que tem em sua composição loratadina e pseudoefedrina. Também foi suspenso o lote 012509 do medicamento Cedrilax 30 (em comprimidos), que apresentou desvio de qualidade em sua fabricação. Os dois produtos são fabricados pela Pharlab Indústria Farmacêutica.

Outra medida publicada ontem no Diário Oficial da União proíbe a comercialização do Lote 46202 do medicamento Kollangel, fabricado pela empresa Natulab Laboratórios. A medida foi adotada por causa da constatação de irregularidades na rotulagem do produto.

A Anvisa interditou ainda cautelarmente o Lote CN121046C da Solução de Cloreto de Sódio 9ml/ml, marca Nasolive, fabricado em setembro de 2012 pela empresa Farmace Indústria Químico-Farmacêutica Cearense e com validade até setembro de 2014. A interdição vale por 90 dias e foi determinada por causa de resultados insatisfatórios nos ensaios de Contagem de Bactérias Aeróbias Mesófilas e Contagem de Bolores e Leveduras.

Tudo o que sabemos sobre:
Anvisaproibiçãorinite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.