ANS recorre à Justiça para suspender planos

A Agência Nacional de Saúde (ANS) recorreu à Justiça, ontem, para manter a suspensão da comercialização de 246 planos de saúde de 26 operadoras que não cumpriram as regras de atendimento estabelecidas pelo governo. A lista de planos cuja venda estaria proibida a partir de hoje foi divulgada na terça-feira, mas no mesmo dia a Federação Nacional de Saúde (FenaSaúde) obteve liminar que determinou a recontagem das reclamações, desconsiderando alguns tipos, para redefinir os planos suspensos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.