Toninho Almada/ Hoje em Dia - 2/1/2011
Toninho Almada/ Hoje em Dia - 2/1/2011

Ano-novo: mortes nas estradas dobram

Foram 40 ocorrências, ante 19 em 2009, registradas durante o feriado nas rodovias estaduais de SP; número de acidentes e feridos também cresceu

MÁRCIO PINHO e PRISCILA TRINDADE, O Estado de S.Paulo

04 Janeiro 2011 | 00h00

O feriado prolongado de ano-novo teve mais do que o dobro de mortes nas estradas estaduais de São Paulo do que no mesmo período em 2009. Foram registradas 40 ocorrências, ante 19 no ano passado.

Tiveram impacto nesse aumento 20 acidentes fatais provocados por colisão frontal. No dia 31 de dezembro, em Araras, no interior do Estado, um veículo Gol invadiu a pista contrária após atropelar uma capivara e chocou-se com um Uno. Sete pessoas morreram. Em Guaratinguetá e em Cerqueira César, colisões frontais também provocaram seis vítimas fatais.

Os números de acidentes e feridos também aumentaram. Foram 1.109 ocorrências, ante 909 (aumento de 22%). Já o acréscimo de feridos ficou em 25% (foram 673, ante 536).

Segundo a tenente da Polícia Rodoviária Estadual Fabiana Pane, as rodovias do Estado têm melhorado e hoje são as melhores do País. Contudo, a "prudência dos condutores não segue essa mesma melhora." Segundo Fabiana, um exemplo disso são os 56 casos de embriaguez verificados em testes pela polícia.

O órgão considera que houve um aumento de 92,3% no índice de mortes. Isso porque a comparação tecnicamente correta, segundo a Secretaria dos Transportes, deve levar em conta critérios como a extensão das rodovias e o volume de veículos, que podem variar. Pelo critério, o índice de acidentes subiu 11,4%, e o de feridos, 14,7%.

Também houve mais acidentes nas estradas federais. Foram 136 no feriado de 2010 e 108 no de 2009. No País, 117 pessoas morreram nas estradas federais no Natal e 106 no ano-novo. Uma mudança na metodologia da Polícia Rodoviária Federal impede comparação com anos anteriores. O órgão passou a considerar apenas os feriados prolongados, e não mais período de 15 dias de fim de ano.

Em Minas Gerais, o número de mortos nas estradas federais caiu de 93 para 85 durante a Operação Fim de Ano, entre os dias 17 de dezembro e domingo.

De acordo com boletim da Polícia Rodoviária Federal, foram registrados 1.895 acidentes, com 1.279 feridos. Em 2009, foram 1.728 acidentes e 1.288 feridos. Quarenta e seis motoristas foram detidos por dirigirem embriagados.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio de Janeiro registrou 176 acidentes nas estradas entre quinta-feira, 30, e domingo nas rodovias que cortam o Estado. No período, os policiais aplicaram 1.616 multas.

O número de mortes e a comparação das ocorrências deste feriado com o mesmo período do ano anterior ainda serão analisados pelo órgão.

Trânsito. O paulistano que voltou ontem do litoral para a capital paulista enfrentou tráfego intenso na Imigrantes. Na Padre Manoel da Nóbrega encontrava 37 km de congestionamento à tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.