Animais são resgatados dos escombros

O resgate de animais de estimação presos nas casas atingidas pelo desabamento provocou algumas pausas nos trabalhos na tarde de ontem e chegou até a causar risos entre os moradores da área, ainda tensos.

, O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2010 | 00h00

O salvamento de uma cadela com dois nomes é um exemplo. Quando o cabeleireiro Vagner Antunes do Nascimento, de 39 anos, entrou em sua casa condenada, provavelmente pela última vez, para retirar o restante dos móveis, voltou com Gremlin nos braços - e as pessoas sentadas na calçada gritaram e até bateram palmas.

"Eu chamo ela de Gremlin porque ela é muito feia. Mas minha mulher chama de Neguinha." Desde o desabamento, a cadela não saía de casa, apesar de Nascimento manter o imóvel aberto. A cadela foi pega por um guarda-civil da Patrulha Ambiental enquanto a casa era esvaziada. Fora a cadela, pelo menos uma tartaruga e um periquito foram retirados ontem. A tartaruga Mimi foi encontrada em uma das casas da Avenida Mendonça Drumond e resgatada por agentes da Defesa Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.