Reprodução
Reprodução

Ambulante morre após ser espancado em estação do metrô

Vítima ainda tentou fugir dos agressores, mas foi atingida por vários golpes

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

26 Dezembro 2016 | 15h20

SÃO PAULO - O ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, morreu na noite de ontem, 25, após ser espancado por dois homens na estação Pedro 2º, na linha 3-vermelha do Metrô, na região central da capital.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a vítima vendia salgados e refrigerantes do lado de fora da estação quando se desentendeu com os dois homens, que passaram a agredi-lo.

Ruas ainda tentou correr em direção à bilheteria da estação, mas foi perseguido pelos agressores, que continuaram a atingi-lo com vários golpes. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital do Servidor Público Municipal, na Aclimação (zona sul de São Paulo), mas não resistiu.

A Polícia Civil analisa as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar os dois autores do crime. A SSP não descarta que os dois homens sejam integrantes de grupos de intolerância.

 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.