Polícia Militar/Divulgação
Polícia Militar/Divulgação

Ambulância transportava 1,3 tonelada de maconha em Ibiúna

Condutor da ambulância, Fábio Boseja, de 41 anos, foi preso e disse aos policiais que entregaria a droga na capital paulista, mas afirmou desconhecer o local

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2016 | 12h58

SOROCABA – Um suspeito foi preso transportando 1,3 tonelada de maconha numa ambulância, quinta-feira, 26, em Ibiúna, no interior de São Paulo. A droga estava acondicionada em sacolas no espaço reservado ao transporte de doentes. Policiais do 40º Batalhão da Polícia Militar do Interior receberam uma denúncia anônima sobre a movimentação suspeita em uma chácara na rodovia Tancredo Neves e abordaram o veículo na saída do local.

O condutor da ambulância, Fábio Boseja, de 41 anos, morador de São Paulo, foi preso. Ele disse aos policiais que entregaria a droga na capital, mas alegou desconhecer o local de entrega, pois seria avisado pelo celular. Com ele, foram apreendidos ainda celulares, um bloco com anotações e R$ 600 em dinheiro. A PM fez buscas na chácara, mas as pessoas que estavam no local tinha fugido. O dono da propriedade será investigado.

Há suspeita de que a ambulância, com placas de Guarulhos, tenha sido furtada. O suspeito foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes na delegacia da Polícia Civil da cidade.

Mais conteúdo sobre:
São PauloTancredo Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.