Amarelinho é fechado por falta de higiene

RIO

, O Estado de S.Paulo

24 Março 2011 | 00h00

Um dos mais tradicionais restaurantes do centro do Rio, o Amarelinho foi interditado ontem por policiais da Delegacia do Consumidor, que encontraram mais de 200 kg de alimentos vencidos, sem embalagens e deteriorados. Baratas mortas também foram achadas na cozinha. Um dos donos, José Lorenzo Lemos, chegou a ser detido, acusado de crime contra a saúde pública. Segundo os policiais, a inspeção ocorreu após denúncia de cliente. O Amarelinho, fundado em 1921, só será reaberto com aval da Vigilância Sanitária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.