Amante do executivo diz que não faz programas

A amante do executivo, Nathalia Vila Real Lima, de 24 anos, também prestou depoimento ontem. Diferentemente do que disse à polícia, ela negou que tenha se relacionado com ele como garota de programa, falou que não recebia mesadas nem ganhou um carro do executivo - só a blindagem. Segundo o advogado dela, Roberto Parentoni, o depoimento foi "um tiro no pé da defesa", que tentou desqualificá-la. A defesa disse que foi obrigada a comprovar, com documentos, que Nathália se relacionou com Matsunaga como prostituta. / W.C.

O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.