Amante de esquartejado deve depor hoje na polícia

Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) devem ouvir hoje a oitava testemunha do caso do assassinato do diretor executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga. Segundo o detetive contratado por Elize Araújo Kitano Matsunaga, de 30 anos, a viúva que confessou o assassinato e o esquartejamento, a testemunha seria amante do marido e teria sido o motivo da briga do casal no dia 19, que culminou com a morte em um apartamento da Vila Leopoldina, zona oeste.

O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2012 | 03h01

Elize era casada desde 2009 com Matsunaga, com quem teve uma filha, hoje com 1 ano.

Ontem, o Fantástico, da Rede Globo, divulgou imagens feitas pelo detetive que mostram Matsunaga com a amante. O casal aparece abraçado na porta de um restaurante, na rua.

O programa também revelou trechos do depoimento de Elize à polícia. Na versão dela, o casal começou a brigar quando ela disse que havia contratado um detetive para segui-lo e descobrira a amante. Matsunaga ficou furioso pelo fato de o detetive ter sido pago com seu dinheiro e começou a xingá-la. Disse que iria interná-la para evitar que ela levasse a filha e que todos saberiam que ela tinha sido garota de programa. Matsunaga deu-lhe um tapa no rosto, o que nunca havia acontecido. Elize então pegou um revólver e ameaçou matá-lo. O marido começou a rir. Ela disparou.

A TV Globo conversou com uma empregada que trabalhava para o casal - que não foi identificada -, segundo a qual as brigas entre eles eram frequentes e Elize e Matsunaga dormiam em quartos separados. Nos dias seguintes ao assassinato, segundo a empregada, Elize manteve a rotina de sempre. Ao ser questionada sobre o sumiço do marido, afirmou que ele poderia ter sido sequestrado.

Também ontem, a mãe de Elize, Dilta Araújo, deu outra versão sobre o relacionamento do casal. Afirmou que Marcos era muito carinhoso com a filha e ela com ele. / SOLANGE SPIGLIATTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.