Amanhã é dia de eleição em SP. Para conselheiro tutelar

Serão 438 pontos de votação pela cidade; qualquer paulistano com título de eleitor pode ajudar a escolher representante de sua região

MARICI CAPITELLI, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2011 | 03h02

Muitos paulistanos não sabem, mas amanhã é dia de eleição para os 44 conselhos tutelares da cidade. Serão 1.012 candidatos, concorrendo a 220 vagas. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) estima que mais de 150 mil pessoas compareçam para votar.

O eleitor poderá escolher um único concorrente da região onde mora. O conselheiro tutelar é quem encaminha crianças e adolescentes a serviços públicos de atendimento e proteção.

"A população tem ideia de que conselho tutelar atende só criança pobre. Isso não é verdade. Colégios particulares de classes altas com dificuldades de impor limites para alguns alunos também recorrem ao conselho. Na verdade, o conselho tutelar é o pronto-socorro social da criança e do adolescente", explica Ariel de Castro Alves, da OAB.

Segundo ele, eleitores precisam escolher com cuidado os candidatos. "É preciso avaliar o currículo, ver se o candidato tem atuação na área ou simplesmente vai usar o conselho como emprego remunerado ou caminho para a vida política.

Convocar a população para participar das eleições é um grande desafio para as lideranças comunitárias. "A comunidade em geral não se interessa pelas eleições nos conselhos. Falta divulgação sobre a importância desse trabalho", diz Cristiano Coronado, de 35 anos, da Associação de Moradores da Raposo Tavares.

Coronado ressalta que sua região tem um dos sete novos conselhos tutelares que foram criados pela Prefeitura neste ano. Antes, a região era atendida pelo Conselho Tutelar do Butantã. Agora, foi desmembrada em Conselho Tutelar do Rio Pequeno e Raposo Tavares. "O atendimento vai melhorar porque antes a área de atuação dos conselheiros era muito grande", diz.

Além desse novo conselho, também foram criados os da Bela Vista, Cangaíba, Grajaú 2, Parque São Rafael, Brasilândia e Pedreira. Apesar da expansão, são muitas as reclamações dos conselhereiros de falta de infraestrutura para atender os chamados.

Vitor Pegler, integrante do CMDCA, garante que esses novos centros de atendimento estarão prontos e começarão a funcionar no dia 18 de novembro, data em que os novos conselheiros assumirão seus cargos. Segundo ele, os eleitos deverão ser conhecidos por volta das 22 horas do domingo.

Locais de votação. Em toda a cidade, serão 438 pontos de votação, localizados em prédios municipais. Estarão à disposição dos eleitores 904 urnas. Serão usados 2 mil computadores. Foram convocados para trabalhar 3,3 mil servidores. Os locais de votação estão na internet: www.prefeitura.sp.gov.br/smpp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.