Alunos ocupam prédio da USP em São Carlos

Atualizado às 12h05.  Estudantes do câmpus de São Carlos da USP ocuparam o prédio da prefeitura da unidade na noite dessa quinta-feira, 17. De acordo com o Diretório Central dos Estudantes (DCE), há pelo menos 250 manifestantes dentro do edifício. Além de reivindicar as eleições diretas para reitor, o grupo reclama de perseguição ao movimento estudantil.  De acordo com a assessoria de imprensa da USP São Carlos, não houve registro de incidentes ou depredações durante o protesto dos alunos. Os dirigentes da unidade avaliam a possibilidade de se encontraram com os alunos que o ocupam a sede administrativa do câmpus. Nessa quinta-feira a USP formou uma comissão, com o chefe de gabinete da reitoria e cinco professores, para negociar com o grupo que ocupa a sede da administração da universidade desde o dia 1.º. De acordo com a diretora do DCE, Arielli Tavares, a expectativa dos manifestantes é antecipar o encontro de negociação marcado pela reitoria com os alunos na manhã da próxima sexta-feira, 25. "Se eles querem resolver o problema, devem fazer a reunião imediatamente", reivindica a jovem, aluna do curso de Letras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.