Aluno gasta mais com pedágio que com curso a 130 km

A SP-310 é umas principais vias de escoamento da produção do interior para a capital, e vice-versa, e também de ligação com o Porto de Santos. Mas, se for até a capital, o motorista terá de desembolsar mais R$ 24,72 em quatro praças da Anhanguera - custo de R$ 67,80, ou R$ 135,60 ida e volta. Se embutir o custo com combustível (R$ 152, em média), a viagem de ida e volta à capital sai em torno de R$ 287 de carro, mais do que a mesma viagem de avião comprada com antecedência (R$ 230 a R$ 250), ou de ônibus leito (R$ 253,40) e convencional (R$ 123). A viagem dura uma hora de avião, cinco de carro e seis de ônibus. Nesta semana, empresas de ônibus anunciaram reajustes.

Chico Siqueira, O Estado de S.Paulo

03 Julho 2011 | 00h00

"A rodovia é boa, mas muito cara. Gasto nela R$ 1,2 mil por mês. Já nem compensa trabalhar", reclama o representante comercial José Luís Crespo, que vive em Rio Claro e tem clientes em Catanduva e São José do Rio Preto.

Já o administrador Orlando Sampaio Videla pensa em desistir do curso em Rio Preto. Morador de Taquaritinga, a 130 km da escola, ele gasta R$ 440 por mês só com pedágio, mais que a mensalidade que paga no curso, de R$ 380.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.