Reprodução
Reprodução

Aluno da FGV baleado está consciente, mas em estado grave, diz hospital

Jovem foi atingido por três disparos por dois homens que entraram no bar onde ele estava; amigo dele morreu

Marília Lopes, Central de Notícias

25 Fevereiro 2011 | 10h01

SÃO PAULO - O estudante Christopher Akiocha Tominaga, de 24 anos, está consciente, segundo o boletim médico divulgado pelo Hospital das Clínicas (HC) na manhã desta sexta-feira, 25. Ele foi baleado quando estava em um bar próximo a Faculdade Getúlio Vargas (FGV), na Bela Vista, região central de São Paulo na noite de quarta. Tominaga permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

Veja também:

link'Parecia uma rajada de metralhadora', diz vizinho de bar

 

Ele já respira sem a ajuda de aparelhos, mas seu estado de saúde ainda é considerado grave. O estudante ainda recebe acompanhamento clínico e cirúrgico. Ontem, ele foi submetido a uma cirurgia de cerca de 12 horas para retirada das balas. Tominaga foi atingido na região da barriga, rins e nas pernas.

 

O estudante, que cursa o quarto ano de administração na FGV, estava no bar com amigos na noite de quarta-feira quando criminosos atiraram em direção a ele e seu colega de curso, Júlio César Grimm Bakri, de 21 anos, que morreu antes de chegar ao hospital. A principal hipótese da polícia é que o crime foi encomendado. Nesta manhã foi realizada a cerimônia de cremação do corpo de Grimm, no Crematório da Vila Alpina, na zona leste de São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
FGV execução crime violência morte bar polícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.