Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Aluna ferida no massacre em Suzano tem alta nesta quarta

Dois alunos seguem internados no Hospital das Clínicas, na capital, após ataque que deixou 10 mortos na Grande SP

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2019 | 18h23

Uma das alunas feridas no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, teve alta hospitalar na tarde desta quarta-feira, 20. Jenifer da Silva Cavalcante, de 15 anos, estava internada no hospital estadual Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

Dois alunos feridos no massacre ainda estão internados. Adna Isabella Bezerra de Paulo, de 16 anos, e Anderson Carrilho de Brito, de 15, estão no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), na capital. Os dois têm quadro de saúde estável. Os três já haviam passado por Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), mas foram liberados para o quarto da enfermaria.

O massacre, que ocorreu há uma semana, deixou dez mortos e 11 feridos. A maior parte dos feridos já foi liberada dos hospitais. Entre as vítimas fatais estavam os autores do ataque, de 25 e 17 anos, que eram ex-alunos da escola. 

Nesta terça-feira, 19, a escola foi reaberta pela primeira vez aos estudantes desde a tragédia. Dezenas de pessoas da comunidade acompanham os alunos no retorno à escola, que contou com homenagens, atividades esportivas e terapêuticas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.