Google Street View
Google Street View

Aluna é esfaqueada dentro do Colégio Ábaco, em São Bernardo do Campo

Garota foi socorrida ao pronto-socorro por funcionários e tem estado estável após ataque dentro do banheiro da instituição. Aluno fugiu da escola, mas foi detido pela PM na sua residência. Polícia investigará o caso

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2019 | 18h20
Atualizado 03 de outubro de 2019 | 17h53

SÃO PAULO - Uma aluna do Colégio Ábaco, em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, foi ferida no pescoço por um golpe de faca desferido por um aluno da mesma instituição no interior de um banheiro da unidade na tarde desta quarta-feira, 2. O estudante foi detido pela Polícia Militar e a estudante foi socorrida ao pronto-socorro, onde seu estado é considerado estável. 

De acordo com informações da Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 15h. Um aluno teria saído de dentro de um dos boxes do banheiro onde a garota estava sozinha e desferiu o golpe no pescoço. Ela saiu do local pedindo socorro aos colegas e foi levada pelos funcionários ao pronto-socorro do Hospital Assunção.

O autor do ataque conseguiu sair da escola, mas funcionários usaram imagens da câmera de segurança para identificá-lo. A Polícia Militar foi até a sua residência, onde o apreendeu e o conduziu à delegacia acompanhado da mãe. O caso deve ser apurado pela delegacia da região, que esclarecerá as circunstâncias em que o crime foi cometido. 

O Colégio Ábaco informou pelas redes sociais que suspendeu todas as atividades desta quarta-feira em suas unidades. Em outra nota, disse que os fatos estão sendo apurados. "Informa que se trata de evento isolado, envolvendo dois alunos da instituição, em contexto que será esclarecido pela investigação policial. Cumpre mencionar, que a aluna agredida foi encaminhada prontamente ao Hospital Assunção, onde encontra-se sob cuidados médicos e fora de risco. O Colégio está prestando toda assistência necessária e se solidariza com as famílias envolvidas. " 

O Ábaco se define na seção Blog dos Colégios, do Estado,  como um "exemplo de excelência na educação ao trabalhar com princípios de responsabilidade, competência, compromisso e qualidade". A instituição existe há 40 anos e conta com aproximadamente 2,7 mil alunos. O colégio atende todos os segmentos de ensino: infantil, fundamental, médio e pré-vestibular. 

Professor atacado

Um aluno de 14 anos esfaqueou um professor no dia 19 de setembro dentro da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Doutor Paulo Gomes Cardim, do Centro Educacional Unificado (CEU) Aricanduva, na zona leste da capital. Segundo a Polícia Militar, o estudante golpeou seu professor na região do abdôme, por volta das 9h20, e depois se esfaqueou. 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.