Alpinista morre e mulher fica ferida em tentativa de escalar o Pão de Açúcar

Segundo o Corpo de Bombeiros, cabo se soltou e atleta caiu de uma altura de quase 70 metros

O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2012 | 02h05

Um homem morreu quando tentava escalar o Pão de Açúcar, na zona sul, ontem à tarde. Ele subia pela localidade conhecida como Via Cepi, que tem cabo de aço em sua extensão, que serve de guia. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, esse cabo se soltou e o alpinista caiu de uma altura de cerca de 70 metros. Ele bateu com a cabeça várias vezes na pedra.

Um helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas (GOA), do Corpo de Bombeiros, chegou ao local às 15h30. O resgate levou uma hora, porque o alpinista estava num local de difícil acesso. Os bombeiros chegaram a deixar um médico com o alpinista, enquanto resgatavam duas mulheres que se afogavam na Praia de Copacabana. O alpinista foi achado desacordado. O helicóptero pousou na Escola de Educação Física do Exército, na Urca. O rapaz foi levado para o Hospital Rocha Maia, mas não resistiu. Ele guiava uma mulher, que também caiu alguns metros e ficou com ferimentos nas mãos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.