Aliados de Haddad buscam consenso no Legislativo

Principal polêmica continua sendo a alteração do zoneamento do terreno da Copa do Povo; área pode ser transformada em Zeis

Adriana Ferraz, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2014 | 02h03

SÃO PAULO - A Câmara Municipal inicia nesta segunda-feira, 16, os últimos debates antes da votação final do Plano Diretor. Às 15 horas, os vereadores reúnem-se em plenário para analisar o texto substitutivo do governo, que deve ser apresentado hoje.

A principal polêmica continua sendo a alteração do zoneamento do terreno da Copa do Povo. Classificada como industrial, a área pode ser transformada em Zeis para contemplar o MTST. Parte dos vereadores, no entanto, não aceita a mudança. É o caso da bancada do PSDB e de representantes do PV e PSD.

Relator do projeto, Nabil Bonduki (PT) tem a difícil missão de convencer os partidos em busca de um consenso geral. Às 19 horas, o petista participa de mais uma audiência pública sobre o tema na Casa.

A coordenação do MTST diz que pretende só acompanhar a movimentação nesta segunda-feira. Já quando for definida a data da votação, a intenção da entidade é levar 15 mil pessoas ao prédio da Câmara.

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloMTSTPlano Diretor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.