'Ali ficava tudo o que eu tinha'

Flagelados montam tenda perto de antigas casas

Angela Lacerda, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h00

Em União dos Palmares, na Zona da Mata, apegada ao local onde até a semana passada estavam erguidas casas, muita gente não consegue se afastar, como que pajeando os destroços. O mesmo sentimento está presente em Rio Largo, onde uma família montou uma tenda perto do Rio Mundaú para ficar perto da antiga moradia. Sob a lona, amontoam alguns colchões, um botijão de gás e roupas doadas.

 

Veja também:

link Em clima de campanha, Lula libera verba recorde para vítimas

mais imagens A tragédia do Nordeste, em imagens

 

Viúvo, 60 anos, Antonio da Silva, de 60 anos, está a casa de parentes, mas passa o dia no local. "Ali - aponta - ficava tudo que eu tinha, a minha casa." E o medo resiste nessas cidades maiores. Em União dos Palmares houve reforço de policiamento para evitar saques. Em Rio Largo, no domingo, a polícia prendeu cerca de 50 pessoas que saqueavam lojas de eletrodomésticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.