Alexandre Nardoni recebe visita dos pais em Tremembé após a condenação

Antônio Nardoni chegou acompanhado da mulher, carregando sacolas e uma caixa com frutas e legumes para o filho

João Carlos de Faria, especial para o Estado de S. Paulo

28 Março 2010 | 11h50

Condenado pela morte da filha Isabella, Alexandre Nardoni recebeu na manhã deste domingo, 28, a primeira visita desde o fim do julgamento na sexta-feira, 26, que durou 5 dias e resultou também na condenação de Anna Carolina Jatobá, madrasta da menina e mulher de Alexandre.

 

Veja também:

link 'Clamor popular definiu a sentença', diz Podval

link Manifestação popular é incentivo, afirma promotor

link 'Passado condenou Jatobá', diz defesa

blog Os 5 dias de julgamento, no blog Tempo Real

mais imagens Galeria de fotos de todos os dias do júri

 

O pai de Alexandre, Antônio Nardoni, e a mãe, Maria Aparecida, entraram rapidamente no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, carregando 3 sacolas e uma caixa com frutas e legumes para o filho.

 

Perguntado sobre o resultado do julgamento, Antônio disse aos jornalistas que esperavam sua chegada em frente ao presídio: "Vocês (imprensa) estavam lá, viram tudo. Infelizmente, vocês têm uma opinião e eu tenho a minha". E completou sobre a definição da pena: "O julgamento é com a defesa, a pena já estava dosada há dois anos".

 

Sobre uma possível anulação do julgamento, ele demonstrou ter alguma esperança: "Nesse país é difícil acreditar em alguma coisa, mas continuamos acreditando".

 

Na unidade carcerária feminina onde Anna Carolina Jatobá está presa não havia movimentação até o fim da manhã deste domingo.

 

MADRASTA

 

Os pais de Anna Carolina Jatobá chegaram Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, no centro de Tremembé, no último minuto permitido para a entrada de visitas, às 13h. Eles trajavam moletons pretos, estavam encapuzados e entraram correndo no presídio, sem falar com a imprensa.

 

Segundo informações de funcionários dos presídios, o casal já se integrou à rotina, à qual os dois já estavam acostumados nos últimos dois anos, que já estiveram presos no local.

 

Alexandre trabalha na rouparia e Anna Carolina Jatobá na dispensa da cozinha. Segundo funcionários dos presídios, eles voltaram para a mesma cela que ocupavam antes do júri.

Mais conteúdo sobre:
Caso Isabella Alexandre Nardoni Tremembé

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.