Alexandre Nardoni é transferido para presídio em Tremembé

Anna Carolina Jatobá está na mesma cidade; Nardoni foi transferido por ter curso superior

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

17 de maio de 2008 | 18h48

O pai da menina Isabella Nardoni, Alexandre Nardoni, foi transferido, no fim da noite de sexta-feira, 16, do Centro de Detenção Provisória 2 (CDP) de Guarulhos, na Grande São Paulo, para um presídio em Tremembé, no interior do Estado, mesma cidade onde está a mulher dele, Anna Carolina Jatobá. Ambos são acusados pela morte da criança. A informação é assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SAP).   Segundo a secretaria, Nardoni saiu de São Paulo por volta das 23 horas de sexta e chegou à 1 hora deste sábado à Penitenciária José Augusto César Salgado, que acolhe presos com nível de escolaridade superior, como é o caso de Alexandre, graduado em direito.   Conforme, ainda, a secretaria, a penitenciária que agora abriga Nardoni estava pronta para recebê-lo desde quando ele estava detido no 13º Distrito Policial da Casa Verde, zona norte paulistana. A remoção para Tremembé já estava programada porque o CDP de Guarulhos é uma unidade de transição. Lá, o pai de Isabella permaneceu na enfermaria. A mudança só ocorreu dois dias depois da defesa de Alexandre enviar o pedido à Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e à Justiça de São Paulo.     Os advogados alegaram que Nardoni tinha direito à prisão especial exatamente porque ele possui curso superior. Alexandre está sozinho numa cela especial e deverá permanecer em regime de observação. A mulher dele, Anna Jatobá, está presa desde o último dia 8 de maio na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.