CLAYTON DE SOUZA/ESTADAO
CLAYTON DE SOUZA/ESTADAO

Alckmin sanciona lei que garante tarifa zero a estudantes de SP

Alunos do fundamental, médio e superior da rede pública terão direito a passe livre no metrô, em trens da CPTM e ônibus da EMTU

O Estado de S. Paulo

19 Fevereiro 2015 | 20h52

A lei que garante a tarifa zero aos estudantes nos transportes públicos metropolitanos foi sancionada nesta quinta-feiram 19, pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Alunos dos ensinos fundamental, médio e superior da rede pública terão direito ao passe livre no metrô, nos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e nos ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).

A medida também é válida para alunos da rede privada que tiverem renda familiar de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.182) por pessoa. Segundo o governo estadual, 615 mil estudantes (65% dos alunos que usam o transporte público) devem receber o benefício na capital paulista e em outras quatro regiões metropolitanas do Estado (Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba e litoral norte).

O passe livre, que já está em vigor nos ônibus municipais de São Paulo desde o início do ano, dará o direito a 48 passagens gratuitas por mês. Caso não sejam usadas, as passagens não ficam acumuladas para o mês seguinte. O benefício será concedido mediante cadastro enviado pelas instituições de ensino, com a declaração de renda do aluno, no site do Bilhete Único.

A gratuidade passa a valer imediatamente nos trens do Metrô e da CPTM e em 30 dias nos ônibus da EMTU. / EDGAR MACIEL 

Mais conteúdo sobre:
Geraldo Alckmin passe livre

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.