Alckmin rebate aumento de crimes

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) comentou ontem os dados de aumento da criminalidade na capital em agosto, divulgados na segunda-feira pela Secretaria da Segurança Pública.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2011 | 03h05

Alckmin defendeu que não se deve avaliar um mês isoladamente, mas o acumulado do ano. "A média de homicídios ficou em 9,86 por 100 mil habitantes, abaixo da brasileira, de 25", rebateu. Apontou ainda que as altas em alguns crimes foram pequenas. "Aumento de vírgulas, não quer dizer que exista uma tendência."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.