Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Alckmin estuda conceder trem do Aeroporto de Cumbica à iniciativa privada

Ligação entre capital e Guarulhos está prevista para março; governador diz que crise política não atrapalha planos

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 17h20

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta terça-feira, 6, que a administração está estudando conceder à iniciativa privada a operação da Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que vai ligar a capital paulista ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O governo promete inaugurar o ramal em março do ano que vem.

"Nós teremos novas concessões na área metroferrovária", afirmou Alckmin, quando perguntado por jornalistas se seu governo iria apresentar alguma nova concessão além das já anunciadas. "Está se estudando também a Linha 13 da CPTM, que é a linha nova que vai para o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos", disse o tucano.

Ele voltou a afirmar que as turbulências políticas do País não alteram o cronograma de concessões do governo do Estado. 

"Nós não estamos mudando o cronograma em razão da turbulência política, pelo contrário, nós temos é que trabalhar, trabalhar mais, suar a camisa para não deixar prejudicar a economia", disse Alckmin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.