Alckmin confirma que estuda congelamento de tarifas de metrô e trem

Alckmin confirma que estuda congelamento de tarifas de metrô e trem

O congelamento do valor da passagem, porém, ainda está sob análise e deve ser anunciado até amanhã

Circe Bonatelli, O Estado de S. Paulo

29 Dezembro 2016 | 12h43

SÃO PAULO - O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, confirmou nesta quinta, 29, que estuda manter em R$ 3,80 as tarifas de metrô e trem na região metropolitana, conforme antecipado pelo Estado. O congelamento do valor da passagem, porém, ainda está sob análise e deve ser anunciado até amanhã.

"Nós estamos exatamente neste momento fazendo todos os estudos, raspando o fundo do tacho, para tentar evitar qualquer tipo de ajuste. Ou, se forem feitos, que sejam os menores possíveis", disse o governador em entrevista a jornalistas após participar da entrega de moradias no centro da capital paulista. "Os números estão sendo fechados. Vamos aguardar até amanhã", completou.

Caso o congelamento da tarifa seja confirmado, Alckmin irá encampar promessa da campanha eleitoral do seu afilhado político, o prefeito eleito de São Paulo, João Doria. Em coletiva nesta quinta-feira, o futuro chefe do Executivo municipal reforçou o compromisso de manter a passagem de ônibus no mesmo preço. O reajuste das tarifas de transporte público costuma ocorrer no início de cada ano.

Mais conteúdo sobre:
Tarifa metrô Trem Transporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.