Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Alckmin anuncia força-tarefa para identificar corpos de vítimas

Acidente com ônibus de estudantes universitários na Rodovia Mogi-Bertioga deixou ao menos 18 mortos na noite desta quarta-feira

O Estado de S.Paulo

09 Junho 2016 | 10h29

SÃO PAULO - O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) acionou força tarefa na região da rodovia Mogi-Bertioga, onde um acidente de ônibus que levava estudantes deixou ao menos 18 mortos na noite de quarta-feira, 8. 

O superintendente da Polícia Técnico Científica, Ivan Miziara, organizou equipe para acelerar o reconhecimento e liberação dos corpos dos estudantes. De acordo com o Palácio dos Bandeirantes, três médicos legistas, três auxiliares de necropsia, dois odontolegistas e três atendentes de necrotério seguem em direção ao Instituto Médico Legal (IML) do Guarujá para ajudar a equipe local que trabalhará na perícia dos corpos. Também foi deslocado um carro para transporte de cadáveres, com capacidade para quatro gaveta. 

Além disso, três aeronaves da Polícia Militar "estão à disposição" para fazer o transporte das vítimas, segundo o governo estadual. Casos mais complexos devem ser transferidos para unidades especializadas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.