Alckmin agora diz que situação em SP 'é muito grave'

Na transmissão do cargo de secretário de Segurança, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assumiu a gravidade da situação em São Paulo. "É muito grave quando policiais são atacados covardemente, às vezes sem farda, na frente dos filhos, pois se trata de um ataque ao próprio Estado, uma tentativa de intimidá-lo, de acovardá-lo, mas o Estado não se acovarda, não se intimida. Venceremos, pois temos legitimidade para agir." / B.P.M, M.G. e W.C.

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2012 | 02h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.