Ala tem documentos e obras do poeta

Fernando Pessoa, Plural como o Universo: Museu da Língua Portuguesa, de terça a domingo, das 10 às 18h

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2010 | 00h00

Um dos maiores nomes da cenografia brasileira, Hélio Eichbauer assina a montagem da exposição sobre o poeta português Fernando Pessoa em cartaz no Museu da Língua Portuguesa. No meio do percurso labiríntico da mostra, Eichbauer elege seu canto favorito: a sala de convivência, com obras do poeta, documentos e revistas à disposição do público, que pode manusear uma versão digital do livro Mensagem. "O espaço é um resumo da obra do Pessoa e das nossas ideias sobre a concepção cenográfica. O Mensagem é o grande livro dele e o meu preferido." Uma tela do pintor Nuno Gonçalves e projeções em areia do poema Mar Português são os pontos fortes do espaço. "São muitos símbolos em um só lugar. Acho que dá para sentir a presença dele ali", resume.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.