Ajudante morre em tiroteio ao salvar mulher

Uma troca de tiros entre um PM e três ladrões em Carapicuíba (SP) terminou com a morte do ajudante Rogério Santos de Souza, de 29 anos, na noite de anteontem. Ele foi baleado ao proteger a mulher do tiroteio.

O Estado de S.Paulo

24 Abril 2012 | 03h07

O trio assaltou um vendedor em um semáforo. O PM Sandro José de Souza, de 40 anos, que estava perto, abordou os bandidos e o tiroteio começou. Rogério e a mulher, a frentista Kelly Maia de Sousa, de 24, estavam em um Gol. Ele a protegeu, mas Kelly foi atingida de raspão e ele foi baleado. O trio fugiu.

O policial afirmou que o ajudante estava fora de sua linha de tiro. A PM informou que acompanha a ocorrência. "Ninguém ainda saber dizer de onde veio o tiro. Mas, antes de atirar, ele deveria pensar que tinha uma família ali dentro", disse a irmã de Rogério, a manicure Maria José dos Santos Souza, de 22 anos. Rogério deixa uma filha de 8 anos e será enterrado hoje em Embu das Artes. / WILLIAM CARDOSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.