Ajudante-geral surta, ataca 3 a facadas em supermercado e mata comerciante chinês

O comerciante chinês Ding Yu Chi, de 60 anos, morreu após sofrer dois golpes de facadas enquanto fazia compras em um supermercado de Guarulhos, Grande São Paulo. O suspeito, o ajudante-geral José Marcelo de Araújo (foto), de 27 anos, teria sofrido um surto psicótico e agrediu outras duas pessoas com uma faca obtida no local. Ele foi preso.

, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2010 | 00h00

Por volta das 20h30 de anteontem, Araújo atacou Chi na seção de verduras e legumes. As outras vítimas são o funcionário do mercado José Roberto Pereira dos Santos, de 34 anos, e o cliente Gustavo do Nascimento Cardoso, de 54. Santos foi internado no Hospital Bom Clima. Cardoso, que recebeu um golpe na região lombar, foi atendido no Hospital Chagas e liberado.

A polícia não sabe o motivo do ataque. Araújo ficou em silêncio durante interrogatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.