Air France terá de indenizar pais e avós de vítima de acidente

A Justiça do Rio condenou a Air France a pagar indenização de R$ 1,224 milhão por danos morais à família de quatro vítimas do acidente com o voo 447, que caiu no Oceano Atlântico no dia 31 de maio de 2009, após decolar do Rio rumo a Paris.

Bruno Boghossian, O Estado de S.Paulo

28 Dezembro 2010 | 00h00

A ação foi proposta pelos pais e avós de Luciana Clarkson Seba, que viajava com o marido e os sogros.

Segundo decisão do juiz Alberto Republicano de Macedo, a indenização compensaria o sofrimento causado à família das vítimas pela "perda inesperada e trágica". O magistrado entendeu que a Air France violou o contrato de transporte de passageiros e a queda de um avião pode ser considerada imprevisível, "mas o acidente nunca poderia ser considerado inevitável".

Os pais de Luciana, Osvaldo Bulos Seba e Laís Clarkson Seba, deverão receber R$ 510 mil cada, acrescidos de juros de 1% ao mês a contar da data do acidente. A companhia aérea também deverá pagar a Laís uma pensão de R$ 5 mil por mês até a data em que a filha completaria 70 anos de idade, pois ficou comprovado que Luciana sustentava a mãe.

A Justiça ainda determinou que a Air France pague R$ 102 mil a cada uma das avós da vítima, Yolanda Bulos Seba e Nicia Beatriz Khunert Clarkson. Até o início da noite de ontem, a Air France não havia se manifestado sobre a decisão da Justiça brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.