Ainda há imóvel para alugar no litoral paulista

Preços por diária variam entre R$ 200 e R$ 2 mil; maior procura por viagens internas e os cruzeiros aumentam a concorrência

Gisele Tamamar, O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2010 | 00h00

Quem quiser pular as sete ondas na virada do ano ainda consegue alugar um imóvel no litoral paulista. Mas a estada deve durar pelo menos dez dias. É esse o período mínimo exigido para as unidades disponíveis na maioria das imobiliárias. O preço da diária varia entre R$ 200 e R$ 2 mil. Em alguns casos, a concorrência dos cruzeiros tem trazido benefícios a quem aluga.

Os clientes da Quadra Imóveis, em Caraguatatuba, município do litoral norte, começaram a reservar em março os apartamentos e casas para o fim do ano. Por isso, restam apenas quatro imóveis no Condomínio Casa Verde. A diária custa R$ 1,2 mil para uma residência de quatro dormitórios. "Quem quiser alugar por três, quatro dias no Guarujá pode esquecer", afirma o proprietário de imobiliária Airton Durante.

Já para um período de dez dias existem algumas opções, como uma casa com três dormitórios por R$ 1,5 mil a diária. A mesma residência de veraneio era alugada no ano passado por R$ 900. "A situação financeira da classe média melhorou e a procura aumentou", diz Durante.

Também no Guarujá, a Afinco Imóveis ainda tem quatro unidades disponíveis para locação para fim de ano. O preço médio da diária de uma casa é R$ 1,2 mil e de R$ 600 para os apartamentos.

A procura na Ponta Porã Imóveis, na Praia Grande, foi grande e a imobiliária conta apenas com uma casa com quatro dormitórios à disposição. Quem quiser alugar a residência terá de desembolsar R$ 700 por dia pelo período mínimo de dez dias. A Neno Consultoria tem cerca de 30 unidades entre apartamentos e casas para alugar na cidade com preços que variam entre R$ 250 e R$ 900 a diária.

Praia Grande foi justamente o destino escolhido pelo supervisor de uma empresa de auditoria Victor Hugo Nascimento, de 29 anos. Ele alugou um apartamento por R$ 90 a diária e vai passar a virada do ano com a família e amigos. "Ficamos nesse apartamento no ano passado e já conhecíamos a dona. Resolvemos garantir um lugar com antecedência para não pagar muito caro em cima da hora", conta o supervisor, que fez a reserva em setembro.

Cruzeiros. Na imobiliária Ramon Álvares, em Bertioga, é possível alugar um flat por R$ 450 a diária para o casal. "Os preços são os mesmos do ano passado. Os proprietários preferiram manter o valor porque há a concorrência com os pacotes de viagens e com os cruzeiros. Tem muita gente viajando para outros Estados", explica a corretora Michele Mendes, que atua no litoral sul.

Em Ubatuba, o proprietário da Matsumoto Imóveis, Osvaldo Matsumoto, também afirma que a procura por imóveis na temporada tem caído de dois anos para cá, por conta da facilidade de pagamento dos pacotes de viagens e cruzeiros, segundo ele. "As pessoas preferem viajar para outras cidades", opina. Ele ainda tem 30 imóveis vagos para locação entre R$ 200 e R$ 1,8 mil a diária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.