Água deve voltar gradualmente nesta 3ª, informa Sabesp

Cerca de 750 mil moradores foram afetados; os casos de emergência serão atendidos por caminhões-pipa

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

09 Fevereiro 2010 | 12h40

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que até as 14 horas desta terça-feira, 9, serão encerrados os reparos na adutora que rompeu no começo da manhã de domingo, 7. A normalização do abastecimento acontecerá gradualmente ao longo do dia.

 

A adutora de grande porte se rompeu no começo da manhã de domingo, 7, na esquina entre as avenidas Roque Petroni Júnior e Chucri Zaidan, em frente ao Shopping Morumbi. Cerca de 750 mil moradores das zonas sul e oeste e região metropolitana de São Paulo foram afetados.

 

Em nota, a Sabesp informou também que está realizando manobras nas tubulações para permitir abastecer, de forma não definitiva, as regiões afetadas. Até as 12 horas desta terça, as regiões do Morumbi, parte de Taboão da Serra, Granja Viana (Cotia) e parte de Embu (centro e Vista Alegre) estavam com abastecimento parcial.

 

Para amenizar o problema de abastecimento de água no bairro de Paraisópolis, a empresa encaminhou, no início da noite de segunda, 8, quatro caminhões-pipa para atender os moradores. Desde o início do problema, cerca de um milhão de litros de água - suficientes para abastecer 10 mil habitantes -, foram distribuídos por meio de caminhões-pipa.

 

Trinta funcionários, distribuídos em diferentes equipes, trabalham nos reparos desde a madrugada do domingo.

 

A empresa disponibiliza o atendimento telefônico 195, além do site da companhia. A chamada é gratuita. Os casos de emergência serão atendidos por caminhões-pipa, que já estão disponibilizados para as regiões afetadas.

 

Na nota, a empresa ainda lamentou "o desconforto e garantiu que está tomando todas as medidas para resolver o problema da forma mais rápida possível".

Mais conteúdo sobre:
Sabespágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.