Água Branca deve ser ponto de partida de trens de passageiros em SP

Estação será o terminal paulistano do trem para Jundiaí e também pode receber linhas para Sorocaba e Santos

O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2012 | 03h01

O ponto de partida de trens expressos de passageiros em São Paulo será a Estação Água Branca da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na zona oeste.

Ela será o terminal paulistano do trem para Jundiaí, cujos editais de licitação foram publicados no mês passado. O Estado prevê que as linhas para Sorocaba e, possivelmente, Santos também partam da estação, que será remodelada.

A aposta nos trens regionais para melhorar o transporte entre as principais cidades do Estado é um reflexo do aumento da frota de carros em São Paulo - que, em fins de semana e feriados, acaba travando as principais rodovias. O próprio secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, costuma dizer que as concessionárias de estradas pedem para que trens como o de Jundiaí saiam logo do papel.

A definição final da Estação Água Branca como "hub" desses trens será feita em janeiro, segundo o superintendente de planejamento da CPTM, Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro. "Sorocaba e Jundiaí está decidido. Agora, em Santos, você tem o pré-sal. Onde vai morar todo mundo que trabalhará por lá? Em Santos, não cabe. ABC? A Água Branca pode ser um hub dos trens, mas não 'o' hub. Posso fazer mais de uma parada." / B. R. e R. B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.