Agressões físicas avançam 60% em duas décadas

No caso das agressões físicas, o aumento foi de 60%. Há 21 anos, 1% da população havia sofrido algum tipo de ataque. Em 2009, a proporção foi de 1,6%. No período de um ano, entre 2008 e 2009, 2,525 milhões de pessoas foram agredidas fisicamente, a maior parte homens, negros ou pardos, jovens e pobres. Mais de um quarto (25,9%) das mulheres agredidas foi vítima do cônjuge ou ex-cônjuge, somando 280 mil vítimas. Já os homens são agredidos principalmente por desconhecidos (46,4% das vítimas) ou por conhecidos sem parentesco (39,3%).

, O Estado de S.Paulo

16 Dezembro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.