Felipe Rau/ESTADÃO
Felipe Rau/ESTADÃO

Agosto terá chuva irregular e pouco volumosa em São Paulo

Há previsão de precipitações apenas para o início do mês; temperatura deve cair, chegando a 10°C no primeiro fim de semana

Ana Paula Niederauer, O Estado de S. Paulo

31 Julho 2017 | 17h16

SÃO PAULO - A ocorrência de chuva no Estado de São Paulo é prevista só para os primeiros dias de agosto, quando se espera a passagem de uma frente fria que quebra o bloqueio atmosférico. Após a entrada da frente fria, uma massa de ar polar deve derrubar a temperatura de forma geral no Estado.

Segundo Marcelo Pinheiro, meteorologista da Climatempo, há previsão de chuva irregular e pouco volumosa, entre 2 e 5 milímetros, para a próxima quinta-feira, 3. A temperatura cai e, no fim de semana, pode chegar a 10°C na capital paulista.

“O mês de agosto terá tempo seco como é característico, mas não tão seco como julho", afirmou Pinheiro. "Na semana que vem, entre os dias 9 e 10 de agosto, terá outra frente fria passando pelo Estado de São Paulo.”

A temperatura também volta a cair no Sul do Brasil em agosto. Cidades serranas podem ter marcas abaixo de 0ºC, como já ocorreu neste mês. Na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, volta a chover a partir de sexta-feira, 4.

No mês de agosto, no Nordeste, a chuva deve se concentrar na faixa leste. No extremo Norte do Brasil haverá pancadas de chuva. Já no Centro-Oeste, predomina o tempo seco com dias ensolarados no próximo mês.

Julho. Passar vários dias sem chuva é normal para esta época do ano. Mas este mês é considerado o julho mais seco em 9 anos em praticamente todas as regiões paulistas. O total de chuva acumulado no mês ficou muito abaixo da média, com 0,8 mm no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), desde 2008 não ocorria um mês tão seco como este de 2017. Entre 1961 e 2017, este é 4º mês de julho mais seco na capital.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo [SP] Climatempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.