ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

'Agora está tudo em obra', diz Alckmin, sobre entrega de estações do metrô

Governador afirma que entrega será feita a partir de meados de 2015 a 2018 - 'e até mais para a frente'

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

26 Dezembro 2014 | 03h00

O governo de São Paulo devem entregar em 2015 apenas 2 das 9 estações de Metrô e da CPTM previstas. A seguir, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) fala sobre o atraso: 

Como o senhor enxerga essa demora para a entrega de estações tanto do Metrô como da CPTM?

Nós vamos entregar as Estações Oscar Freire e Higienópolis (-Mackenzie). Vamos entregar muitas estações... 

Mas é menos do que o previsto originalmente para o ano que vem. Qual é a razão para isso?

Olha, obras de metrô, obras enterradas, caríssimas e complexas, você não faz em 24 horas. O importante é o canteiro. Temos um canteiro de 103 quilômetros. Para colher, precisa plantar. Então, foram feitos estudos, licenciamento ambiental, projeto funcional, projeto executivo, licitação, financiamentos internacionais, desapropriações. Agora está tudo em obra. Então, vai ter obra que vamos entregar no começo do ano, no meio do ano, no fim do ano, 2016, 2017, 2018 e até mais para a frente.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Geraldo Alckmin Metrô CPTM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.