'Agora, a Justiça foi feita', desabafa mãe de Isabella

Esta foi a primeira vez desde a morte da menina que a Ana Carolina Oliveira falou à imprensa

Entrevista com

Carina Flosi, de O Estado de S. Paulo,

09 de maio de 2008 | 21h12

Ana Carolina Oliveira, 24 anos, mãe de Isabella Nardoni, desabafou nesta sexta-feira, 9, pela primeira vez após a prisão do pai e da madrasta de sua filha, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Em uma breve entrevista na porta de sua casa, na Vila Medeiros, na zona norte, a bancária que tinha acabado de chegar em um táxi, vinda do Rio de Janeiro, revelou acreditar que o casal assassinou Isabella. Além disso, afirmou que, agora, "a Justiça foi feita".   VEJA TAMBÉM Gilmar Mendes cobra cautela na apuração da morte de Isabella Ameaçada, Anna Carolina Jatobá é transferida para Tremembé Imagens da prisão do casal  Leia a conclusão da Justiça sobre o inquérito Fotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella     Íntegra da entrevista   Qual é a sua opinião sobre a prisão do casal? Vou viajar, só volto no domingo de manhã. Minha opinião depois da prisão é que a Justiça foi feita. Começou a ser feita e eu estou confiando.   Para você é mais difícil saber que o próprio pai dela é o acusado de ter matado a filha de vocês? Com certeza. Bem mais difícil.   E o que você espera a partir de agora? A Justiça. É a única coisa que me resta esperar agora.   Desde o começo você imaginava que eles pudessem ser os autores do crime? Esperava que não fossem eles. Mas agora acredito. Não tem jeito.   Durante as investigações, muito foi falado sobre o ciúmes que Ana Jatobá sentia por você. Você tinha noção de que esse ciúmes pudesse chegar a esse ponto? A essa proporção não.   Como será o Dia das Mães? Eu acho que depois de sete anos esse será um dos dias mais difíceis para mim.   O que você achou das presas do Carandiru, já que lá há muitas mães, terem prestado essa homenagem a você? Nossa. Eu não tenho explicação para isso. Fiquei surpresa e prefiro até não comentar. É muito difícil. O caso ganhou muita repercussão.   Você esperava que a morte da Isabella chocasse o País dessa maneira? Não imaginava, e nem consigo mensurar. Mas estamos aí, está todo mundo batalhando, lutando e vamos continuar. Eu estou confiante de que a Justiça vai ser feita.   Você acha, então, que a Justiça começou a ser feita com a prisão deles? Exatamente.   E se a Justiça decidir soltá-los novamente? Isso eu prefiro não responder até mesmo porque eu nem sei....Não quero comentar sobre isso, nem sobre as investigações.   Você acompanhou a entrevista deles na televisão? O que achou? Eu vi, mas também prefiro não comentar. Agora eu peço desculpas, espero ter ajudado vocês de alguma forma, mas realmente está muito difícil.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.