Agente penitenciário reage a assalto e morre em São Vicente

Uma pistola e uma moto foram levadas; funcionário estava de folga

Ricardo Valota, do estadão.com.br

09 de agosto de 2010 | 05h18

SÃO PAULO - O agente penitenciário Gilvan Almeida dos Santos, de 39 anos, foi morto, por volta das 23h15 de domingo, 8, ao ter a moto, uma Honda CBX 300 vermelha ano 2010, roubada na esquina da Avenida Pedro II com a Rua 12, no bairro de Cidade Náutica, em São Vicente, no litoral paulista.

Clientes de uma padaria que fica em frente ao local do assalto ligaram para o 190 após encontrarem Gilvan caído e baleado. PMs da 2ª Companhia do 39º Batalhão do Interior (BPM/I) foram até o endereço e constataram que Santos já estava morto. Da vítima, que estava de folga e trabalhava na Penitenciária I de São Vicente, no bairro Samaritá, os assaltantes também levaram uma pistola 380.

A moto, segundo a polícia, possui dispositivo que corta automático o combustível e por isso foi abandonada pelos criminosos na pista marginal da Rodovia Anchieta, na Vila dos Pescadores. O latrocínio - roubo seguido de morte - foi registrado no 1º Distrito Policial de São Vicente. Não se sabe ainda se os ladrões estavam a pé ou em outra moto.

Tudo o que sabemos sobre:
assalto, morte, São Vicente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.